O que podemos aprender com o Dia Internacional dos Povos Indígenas?

Comemorado em 9 de agosto, o Dia Internacional dos Povos Indígenas é uma data que busca valorizar as diferentes culturas e etnias que existem ao redor do mundo. A criação da data comemorativa pela Organização das Nações Unidas (ONU) pretende reforçar a importância de garantir condições de existência minimamente dignas aos povos indígenas de todo o planeta, principalmente no que se refere aos seus direitos à autodeterminação de suas condições de vida e cultura, bem como à garantia aos Direitos Humanos.


O dia é importante, pois traz visibilidade para grupos historicamente marginalizados e excluídos da sociedade. No entanto a data evidencia que é necessário ampliar a consciência sobre os povos indígenas para além de um dia específico, dando destaque para o assunto, principalmente, em escolas e espaços culturais.

Segundo dados de um relatório elaborado pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), o Brasil registrou, em 2019, um aumento de 150% nos casos de violências diversas cometidas contra povos indígenas, dentre elas, homicídio, racismo, invasão e exploração de território (CIMI, 2019).

De acordo com o Cimi (2019), o primeiro passo para combater a violência e o preconceito contra indígenas acontece por meio da educação, pois entender o passado de dominação que ocorreu ao longo da história desses povos é uma forma de refletir criticamente sobre o assunto e gerar mais conscientização sobre a luta e os direitos indígenas.



Referências:
CIMI — CONSELHO INDIGENISTA MISSIONÁRIO. Violência contra os povos indígenas no Brasil: dados de 2019. [S. l.]: Cimi, 2019. Disponível em: https://cimi.org.br/wp-content/uploads/2020/10/relatorio-violencia-contra-os-povos-indigenas-brasil-2019-cimi.pdf. Acesso em: 8 ago. 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *